CORONAVÍRUS (COVID-19)
Disk CIEVS

Prefeito autoriza reforma de cinco unidades de saúde e Lar do Bebê

31/Jul/2020 - 15:13

Na próxima semana serão assinadas ainda as ordens de serviço das unidades USF Ernandes Índio, USF Nova Califórnia e USF Pedacinho de Chão


Nesta sexta-feira (31), o prefeito Hildon Chaves assinou ordem de serviço para reforma de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS) e também do Lar do Bebê. Serão beneficiadas as seguintes unidades: Abunã (no valor de R$ 265.938,41 mil); Aponiã (R$ 133.270,89 mil); Ronaldo Aragão (R$ 87.945,07 mil); Socialista (R$ 229.191,66 mil) e Hamilton Raulino Gondim (R$ 534.136,11 mil).

Na oportunidade também foi assinada ordem de serviço para o Lar do Bebê e na semana que vem serão assinadas as ordens de serviço das unidades USF Ernandes Índio, USF Nova Califórnia e USF Pedacinho de Chão.

O prefeito Hildon Chaves falou sobre as unidades de saúde Porto Velho que precisam de reformas e que todas enfrentam problemas de ordem estrutural. “Nós elaboramos projetos para reforma de praticamente todas as unidades que vão trazer mais conforto para a população. Nesse momento são cinco unidades, além do Lar do Bebê que já começam as obras imediatamente. E logo em breve mais unidades serão contempladas”.

O prefeito também lembrou que a saúde em Porto Velho é uma preocupação contínua e que foi concluída a compra de 380 mil comprimidos para o esforço contra a contaminação por coronavírus na capital.

O investimento para o pacote de obras de reforma das unidades de saúde é proveniente de emendas parlamentares do ex-deputado federal Lindomar Garçon. Ao todos, as cinco unidades cujas ordens de serviço foram assinadas hoje, vão custar o valor de R$ 1.249.482,14 milhão.

Garçon agradeceu ao prefeito Hildon Chaves pela agilidade dos processos para que as emendas parlamentares pudessem acontecer no tempo hábil e comprometimento da Prefeitura de Porto Velho.

A secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, falou sobre o momento que a saúde passa com a pandemia e que a Prefeitura não mede esforços para atender a população em todos os bairros da capital e tratar as pessoas que estão precisando.

As unidades básicas continuam realizando todos os atendimentos, além dos casos de coronavírus, para garantir acesso da população à saúde. A Semusa está elaborando uma estratégia para garantir atendimento da comunidade durante o processo de reforma das unidades. Eliana Pasini pede que as pessoas continuem com os cuidados para evitar o contágio, lavando bem as mãos, usando álcool em gel, usando máscaras e evitando aglomerações.

A ordem de serviço para reforma geral da sede própria do Lar do Bebê será com recursos próprios da Prefeitura, no valor de R$ 197.229,71 mil. A unidade atualmente atende em uma casa alugada e quando finalizar a reforma retornará à sede própria, gerando economia no valor do aluguel. O Lar do Bebê é vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf).

A secretária municipal de Assistência Social e Família, Adriane do Nascimento Soares, diz que a obra é um marco de gestão. “O Lar do Bebê é uma unidade de acolhimento para crianças de 0 a 12 anos, que sofreram algum tipo de direito violado e por esse motivo ficam afastadas do núcleo familiar e passaram pelo Juizado da Infância e Juventude e por medida protetiva permanecem na unidade, com todo apoio técnico e referência até que haja decisão judicial para uma família extensiva ou para um retorno do núcleo familiar”.

Estiveram presentes na ocasião a secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini, o secretário adjunto de Governo, Devanildo Santana; a secretária municipal de Assistência Social e Família Adriane do Nascimento Soares e o assessor especial da Prefeitura, Lindomar Garçon.

Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho