imagem do corona vírus
Se apresentar sintomas leves de gripe como: tosse, coriza, dor de cabeça, ligue: 0800 647 5225

Defesa Civil Municipal apresenta plano para atender famílias em áreas de risco

21/Dez/2012 - 04:20

     OperacaoInvernoAA Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (COMDEC) apresentou na tarde desta quinta-feira (20) ao prefeito em exercício Emerson Castro, em seu gabinete, o plano de contingência para atender a população ribeirinha e as famílias que habitam em áreas de risco, na região urbana de Porto Velho. Ricardo Leite, representante da equipe de transição do prefeito diplomado, Mauro Nazif, acompanhou as exposições feitas pelo coordenador da Defesa Civil Municipal, Raimundo Reinaldo da Silva.

 

    Reinaldo explicou que o plano foi elaborado após minucioso levantamento de todas OperacaoInvernoDas áreas que poderão sofrer desmoronamentos ou alagações no período do chamado inverno amazônico – final de 2012 e os primeiros meses de 2013. Além disso, o levantamento realizado aponta as medidas a serem adotadas por diversas secretarias municipais, cada uma no seu campo de ação, a exemplo da Semusb, Semas, Semur, Semob, Semagric e Departamento de Assuntos do Interior (DAI), dentre outras.

 

     De acordo com os levantamentos, cerca de 100 famílias que moram as margens dos rios Madeira e Machado poderão ser afetadas pela cheia. Na parte urbana da cidade, as principais áreas de risco estão localizadas nos bairros Baixa da União, Triângulo, Milagres e São Sebastião. “Mediante dados repassados diariamente pelo Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) nós fazemos o OperacaoInvernoBmonitoramento diário do nível do rio Madeira, que começa a ficar preocupante a partir dos 14 metros, o que não é o caso agora”, afirmou Reinaldo.

 

    O trabalho liderado pela Defesa Civil Municipal ainda consiste na identificação das famílias a serem removidas, isolamento de áreas com risco de desmoronamentos e retirada das famílias afetadas pela cheia ou deslizamento de terras. A logística envolve pessoal, carros, caminhões, lanchas, máquinas, equipamentos a serem utilizados, distribuição de alimentos, cobertores, mosquiteiros e auxílio moradia para pagamento de aluguel (quando necessário), OperacaoInvernoCdentre outras ações.

 

     Emerson Castro fez perguntas, sugestões e ajudou a explicar as ações anuais da prefeitura para atender as famílias afetadas pela enchente, dentro do plano proposto pela defesa Civil. Ele sugeriu ao representante da equipe de transição do próximo gestor, que o vice-prefeito assuma a responsabilidade junto com a Defesa Civil em coordenar todos os trabalhos. Por sua vez, Ricardo Leite também fez várias indagações com objetivo de entender melhor o plano.


Por Augusto José

Fotos: Quintela


logotipo da prefeitura de porto velho logotipo da prefeitura de porto velho