www.googletagmanager.com Prefeitura de Porto Velho Ir para conteúdo

ASSISTÊNCIA
Bolsa Família começa a pagar adicional de R$ 150 por filho até seis anos

22/Mar/2023 - 11:45

Porto Velho conta com mais de 48 mil famílias beneficiadas no programa de transferência de renda

Cerca de 80% dos cadastrados são mulheres, que chefiam as famíliasO pagamento do Bolsa Família iniciou nesta semana, trazendo como principal mudança o valor de R$ 150 a mais, para cada filho entre zero a seis anos. O valor-base do benefício é de R$ 600 para cada família. Em Porto Velho, mais de 48 mil famílias são beneficiadas com o programa de transferência de renda do governo federal, que injeta mensalmente mais de R$ 30 milhões na economia local.

Na capital, sob a gestão da Secretaria Municipal de Assistência Social e Família (Semasf), a Central do Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais, localizada na rua Quintino Bocaiúva, 142, no bairro Olaria, orienta os beneficiários e faz a atualização cadastral de quem necessita, para que o benefício seja liberado.

"Não precisa fazer nenhum cadastro extra ou atualização. Quem está com os seus dados em dia, vai receber o benefício normalmente e, as famílias com filhos de zero até seis anos, receberá mais R$ 150 por cada filho nessa faixa etária. Por exemplo, se são dois filhos com menos de sete anos, além dos R$ 600 de valor-base, serão mais R$ 300 pelas duas crianças", explicou Vitor Nascimento, gerente do Cadastro Único.

Ele explica que cerca de 80% dos cadastrados são mulheres, que chefiam as famílias que possuem uma média entre quatro a cinco pessoas. Além da Central de CadÚnico, o município oferece o serviço em mais seis Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), sendo três na zona Leste, um na zona Sul, outro na Norte e mais um no distrito de Jaci-Paraná.
"Aqui fazemos o CadÚnico que dá acesso a uma série de programas sociais, não apenas o Bolsa Família, como a tarifa social de água e energia, entre outros".

BENEFICIADA

A dona de casa Marília Cunha, de 38 anos, saiu de casa cedo, do bairro Costa e Silva levando os três filhos, de 17 anos, nove e cinco meses, até a Central do Cadastro Único, para buscar informações acerca de seu cadastro no Bolsa Família e também de uma irmã.

"Fiquei sabendo dessa mudança nesse mês, com os R$ 150 a mais por filho e vim me informar se era preciso fazer alguma atualização em meu cadastro, para poder receber o Bolsa Família. Esse dinheiro ajuda muito em casa, para comprar comida, pagar a energia, comprar uma coisa para um filho", disse ela.

MUDANÇAS

Além do pagamento extra de R$ 150 por filhos de até seis anos, a previsão é de que a partir de junho será pago o valor extra de R$ 50 para grávidas e por filho entre sete e 18 anos.
O programa social atende famílias com renda per capita de até R$ 218 por pessoa, classificada como situação de pobreza ou de extrema pobreza.

Texto: Eranildo Costa Luna
Foto: Wesley Pontes

Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Compartilhe nas redes:
Twitter Whatsapp

Utilizamos cookies em acordo com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.
2024 © Prefeitura de Porto Velho - RO - SMTI