TURISMOPrefeitura fecha parceria com CNA para programa Porto Velho Turística

08/Nov/2019 - 15:51

Dessa vez serão abordados os idiomas inglês e espanhol para o turismo e uma breve explanação do Projeto de Pesca Esportiva “Porto Velho Sport Fishing”

A Semdestur promoveu reunião na manhã desta sexta-feira (8), com o intuito de organizar a segunda etapa do Programa Porto Velho Turística, que tem como principal o objetivo capacitar vários seguimentos da cadeia produtiva do turismo para receber o turista.

A primeira etapa aconteceu em julho, no teatro Banzeiros e teve a duração de dois dias, abordando qualidade no atendimento, breve histórico do turismo e pontos turísticos da capital. Foram mais de duzentos inscritos entre motoristas de aplicativos, taxistas e mototaxistas.

Está prevista a realização da segunda etapa para janeiro de 2020. Dessa vez serão abordados os idiomas inglês e espanhol para o turismo e uma breve explanação do Projeto de Pesca Esportiva “Porto Velho Sport Fishing”.

O futuro do turismo é promissor para o país. Em 2018, o setor movimentou R$ 5,8 bilhões de dólares referentes a atividades diretas e indiretas. E o seu impacto na economia do Brasil deverá alcançar R$ 739 bilhões, cerca de 9,1% do PIB em 2027, e empregar 8,91 milhões de pessoas.

Em Porto Velho não é diferente, foi identificado em recente pesquisa aplicada no Centro de Atendimento ao Turista que o maior público visitante é oriundo dos Estados Unidos e América do Sul.

Ainda de acordo com Ministério do Turismo (Mtur), no último ano, foi registrado o desembarque em território brasileiro de 6,6 milhões de passageiros estrangeiros. “Apesar de o Brasil receber todo ano 6 milhões de turistas, esse número está estagnado. E isso ocorre porque o Brasil ainda não tem a visão de que investir no turismo é rentável. Porém, a área vive sempre uma crescente, porque os brasileiros costumam viajar muito”, avalia a turismóloga Mariluce Gonçalves.

Comdecom

logotipo da prefeitura de porto velho