Boletim Eletrônico







Porto Velho mais limpo 2

Prefeito Roberto Sobrinho lança o maior pacote de obras da cidade: "Porto Velho mais limpa pra você, mais linda pra todos"

   programa_aes_site_7O prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, lançou nesta quinta-feira (27) um pacote de obras para melhorar o aspecto da cidade e uma campanha de conscientização dos moradores, para que a comunidade trabalhe junto com a prefeitura para o embelezamento da Capital. Com o nome de 'Cidade mais limpa para você, mais limpa para todos – Trabalho integrado, melhoria por todo lado' a campanha engloba a infraestrutura da cidade, com obras de iluminação, sinalização, asfaltamento, limpeza e encascalhamento de ruas e recuperação de estradas. A campanha também anuncia uma fiscalização mais rígida contra os proprietários de terrenos baldios, para que os mesmos façam a limpeza e construam muros e calçadas. Para garantir a parceira da comunidade, a prefeitura está colocando à disposição dos moradores o Disque Muros e Calçadas, o Disque Iluminação e o Disque Árvore.

   Com estes telefones, os moradores poderão denunciar as áreas abandonadas e solicitar os serviços da prefeitura para a troca de lâmpadas queimadas e o plantio de árvores nas casas dos moradores. "Na realidade, mais do que um pacote de obras, a prefeitura está lançando o conceito de uma cidade mais limpa e bela para todos, por meio do trabalho integrado da comunidade com a prefeitura. Sem esta parceira, não teremos condições de melhorar a cidade no ritmo que o momento exige", explicou Sobrinho. As obras, no valor de R$ 250 milhões, serão custeadas com recursos da prefeitura, do Governo Federal e das compensações das hidrelétricas.

   programa_aes_site_2O pacote de obras foi lançado em um dos galpões da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré para, segundo o prefeito, "mostrar aos convidados do evento o trabalho que está sendo feito na ferrovia". A prefeitura já recuperou dois galpões do complexo e atualmente está urbanizando a praça, com a instalação de um mirante, e o alargamento da avenida Farqhuar e instalação de quiosques e estacionamentos. Os trabalhos incluem o acervo desde a continuação da Sete de Setembro até a casa do general, no alto da Farqhuar, e deverá ser concluída neste ano. A solenidade contou com secretários municipais, representantes de órgãos públicos, vereadores e presidentes de associações de moradores.

Iluminação

   "Estamos lançando hoje o maior pacote de iluminação que Porto Velho já teve", disse Roberto Sobrinho, quando anunciou para este ano a substituição de 6.200 pontos de luz da Zona Sul da cidade por luminárias mais potentes e econômicas. Já as avenidas mais importantes da Capital, que formam o sistema viário principal, serão beneficiadas com a substituição de 2.030 luminárias por outras com braços maiores e lâmpadas mais modernas e econômicas. Outros 6 mil pontos serão substituídos nas várias regiões da cidade. "A população vai sentir o reflexo deste trabalho no final do ano, quando teremos uma cidade mais iluminada, mas bonita e programa_aes_site_8muito mais segura", afirmou o prefeito.

   Os moradores poderão ajudar neste trabalho solicitando os serviços da Empresa Municipal de Desenvolvimento Urbano (Emdur) para a substituição de lâmpadas queimadas ou quebradas por vândalos. O Disque-Lâmpada (0 800 647 6331 ou 3224 6331) é gratuito. A mesma solicitação também pode ser feita pelo site da prefeitura – www.portovelho.ro.gov.br.

Limpeza e aprofundamento de canais

   Segundo o prefeito Roberto Sobrinho, o trabalho de drenagem que a prefeitura está fazendo na Capital está aumentando o volume de água nos canais e igarapés que passam pela cidade. Para impedir que esta situação provoque alagações de ruas, a prefeitura vai limpar 50 quilômetros de canais em 2010. A prefeitura também está trabalhando na urbanização das margens dos igarapés, a exemplo do que já está sendo feito na área do canal que fica atrás da rodoviária.

asfaltoAsfalto

   A prefeitura vai asfaltar120 quilômetros de ruas em 2010. "Vamos trabalhar com asfalto quente, drenagem, meio fio e calçada para fazer um trabalho definitivo, diferente do asfalto eleitoreiro, que acaba no período de chuvas porque não tem a base da drenagem, que representa 40% do custo da obra". Em 2009, a prefeitura pavimentou quase 200 quilômetros de ruas, com recursos do PAC 1 e da própria administração e já tem projeto para aplicação de R$ 80 milhões do PAC 2, sendo que parte destes recursos também serão investidos em asfaltamento. O prefeito citou também outras obras de infraestrutura que vão melhorar o trânsito da cidade, como a construção de seis viadutos e a duplicação da BR-364, "que vão dar uma cara de Capital para a cidade e agilizar o trânsito na Zona Sul de Porto Velho".

   Além do asfaltamento, a prefeitura também vai limpar e encascalhar 480 quilômetros de ruas, sendo que 105 quilômetros já foram encascalhadas neste ano. O prefeito pede que os moradores não joguem lixo nas ruas. "Em muitos bairros, a prefeitura limpa e pouco depois as ruas já estão sujas novamente. Com isso, a prefeitura precisa refazer o serviço, o que custa muito caro para a prefeitura e consequentemente para o cidadão que paga os impostos", diz o prefeito.

Estradas

   programa_aes_site_6A prefeitura vai recuperar 1.360 quilômetros de estradas em 2010. "Este trabalho é fundamental para garantir o transporte da produção e representa uma condição estratégica para o acesso à escola no campo". Segundo Sobrinho, com o programa de recuperação de estradas, a prefeitura aumentou o número de alunos que utilizam o transporte escolar em Porto Velho de 2.500 para 10 mil estudantes. Porto Velho conta com uma vasta rede de estradas, que somam 4.200 quilômetros.

Varrição

   Com a terceirização dos serviços de varrição da cidade, a prefeitura vai ampliar a limpeza das ruas pagando muito menos pelo serviço. O prefeito exemplifica esta situação com o retângulo formado pelas avenidas Migrantes, Jorge Teixeira e Rio de Janeiro até o rio, no qual a prefeitura gastava R$ 550 mil por mês para fazer a varrição, com o trabalho de 166 garis da prefeitura. Com a terceirização, o gasto exigido para a varrição da mesma área baixou para R$ 490 mil por mês, sendo que os garis que faziam este serviço estão sendo remanejados para áreas que até agora não contavam com este serviço. Com isso a prefeitura aumentou a área de varrição da cidade de 3.239 quilômetros de ruas por mês para 6.745 quilômetros por mês.

Organização do trânsito

   O trânsito de Porto Velho está sofrendo o impacto do rápido aumento da frota de veículos, que cresce em torno de 17% ao ano, enquanto a média nacional é de 7%, segundo Roberto Sobrinho. "Este fato, que mostra a melhoria do poder aquisitivo da população, traz transtornos para a cidade e por isso a prefeitura está tomando uma série de medidas para organizar o trânsito, além das obras de melhoria da infraestrutura das ruas da Capital".

   programa_aes_site_4Ainda neste ano, a prefeitura vai sinalizar as 12 avenidas e 17 cruzamentos considerados como os mais críticos para acidentes, de acordo com um estudo realizado nas ruas da cidade. Além disso, serão reavivadas todas as faixas de pedestres e pintadas novas faixas nas proximidades de 22 escolas. Também estão sendo providenciados novos semáforos. Com quase 100 anos de criação, Porto Velho finalmente terá o nome das ruas afixado. Para tanto, estão sendo providenciadas mais de 20 mil placas. A prefeitura também está providenciando sinalização de origem e destino, para orientar a população sobre o acesso aos pontos mais importante da Capital. Outra medida prevista para melhorar o trânsito é a contratação de 60 agentes, que já estão atuando, a implantação de estacionamento rotativo nos três centros comerciais (Centro, Zona Sul e Zona Leste), instalação de redutores de velocidade e corredor de ônibus.

Fiscalização

   Para intensificar a fiscalização em Porto Velho, a prefeitura criou a Coordenadoria de Posturas, que em 2010 notificou mais de 500 proprietários de terrenos baldios para que os mesmos providenciem a limpeza de suas áreas e construam muros e calcadas. "Esta medida, segundo o prefeito, visa acabar com esta situação, que prejudica toda a população, provocando problemas de saúde e de segurança e comprometendo a acessibilidade da cidade para crianças, idosos e pessoas portadoras de deficiências". A boa nova é que grande parte dos proprietários notificados estão cuidando dos seus terrenos. Nos casos em que isto não acontece, a prefeitura providencia os serviços e depois envia a conta para o proprietário.

   Durante a solenidade de lançamento do pacote de obras, o prefeito repassou para o presidente da Câmara de Vereadores, José Hermínio, programa_aes_site_3um projeto de lei que modifica o valor das multas para os proprietários de terrenos abandonados, de acordo com o tamanho do lote. Além dessa medida, a prefeitura está disponibilizando o Disque-Muros e Calçadas (0800 647 1390) para que os moradores denunciem a ocorrência de terrenos baldios.

Arborização

   A prefeitura está implementando um programa que prevê o plantio de um milhão de árvores em cinco anos. Este trabalho já foi iniciado e agora a prefeitura coloca à disposição dos moradores o Disque Árvore (0 800 647 5455) para os interessados em plantar uma árvore em casa. A prefeitura vai plantar as mudas solicitadas e o cidadão ficará responsável pelos cuidados necessários para o crescimento da planta.

Por Ana Aranda
Fotos: Frank Néry